CGN

Velocidade

A CGN foi concebida com a velocidade em mente. Isto significa que foi preciso que ultrapassar as problemáticas limitações de velocidades de transação existentes atualmente colocadas por tecnologias “blockchain” enquanto arranjávamos parceria com as melhores empresas (como a CoinPayments.net) para fornecer a conversão de qualquer moeda para Dyncoin.

Fazemos isto ao implementar um sistema de micro transação sem “blockchain” ancorado de ponta. Este sistema liberta os tradicionais atrasos dispendiosos e permite-nos fornecer uma camada de servidor tão rápida que as aplicações poderão fazer pedidos a serviços e obter respostas em tempo quase real.

Isto permite aos nossos novos DServices ligados às DApps e a aplicações web serem rápidos, redimensionáveis e a utilizarem qualquer tipo de recursos de computação disponíveis, com base na proximidade.

Iremos utilizar um modelo onde os nós de trabalho peçam ou “puxem” trabalho do intermediário. Isto contrasta com um modelo de “empurrão” onde o intermediário submete o trabalho ao nó de trabalho. Este modo de trabalho a pedido é resistente a falhas devido aos nós de trabalho que foram abaixo porque um nó em baixo iria simplesmente parar de pedir trabalho. Isto também tende a recompensar os nós de trabalho mais dispostos e mais ativos mais rapidamente com mais trabalho.

Enquanto que a CGN pode ser utilizada para potenciar trabalhos prolongados como a transcodificação de vídeo e renderização CGI, levámos a tecnologia mais longe ao resolver o único problema que nenhuma outra solução refere: o suporte para microserviços.

image-2018-08-13-1-freshblue